5º PRÊMIO BOAS PRÁTICAS


1º LUGAR - PEJUÇARA

Programa Cidade Ativa

O projeto: Analisando a baixa demanda de oferta de opções de lazer sem custo para a comunidade é iminente a necessidade de se promover e incentivar a prática de atividades físicas (orientadas, caminhadas, corridas, trilhas), visto que é preventiva e terapêutica. Assim, em janeiro de 2021 iniciaram as primeiras práticas esportivas do Programa Cidade Ativa. O primeiro grupo a entrar em atividade foi o de futebol para as crianças até 18 anos denominado “Bola na Rede”. Em sequência iniciamos o grupo de funcional e corrida “Sem limites” seguindo tivemos o grupo Avanti para caminhadas culturais e turísticas, o Pedala Tchê com incentivo para a prática do ciclismo, o Grupo de danças “Mova-se” para incentivo à prática de atividades físicas de expressão corporal como forma de terapia e o Grupo de Xadrez criado para a promoção do ensino do jogo de xadreza criado para a promoção do ensino para crianças e adolescentes, visando a progressão intelectual, concentração e o raciocínio lógico e para finalizar migramos da saúde o Grupo de Pilates “Vitale” que tem por objetivo unir o corpo e a mente, o método trabalha com exercícios que aliam a respiração e o uso dos músculos, o foco principal é o fortalecimento da musculatura. As despesas decorrentes das ações do Programa Cidade Ativa correrão à conta das dotações orçamentárias consignadas aos Órgãos envolvidos, observados os limites de  movimentação, de empenho e de pagamento da programação orçamentária e financeira anual. 

Justificativa: Fundamentados na importância da prática de atividades físicas para saúde, principalmente relacionada à melhoria da qualidade de vida, reduzindo consideravelmente os riscos de desenvolvimento de doenças cardiovasculares, diabete, problemas relacionados a baixa imunidade, além dos transtornos de fundo emocional. Ainda levando em consideração que a prática de atividade física é um atrativo de baixo custo para o município e que pode proporcionar diversão e momentos de lazer para a população. A ideia principal do projeto é prevenir doenças ao invés de tratá-las. Um trabalho coletivo que visa ressignificar a forma de viver da comunidade.

Objetivos: O principal objetivo do programa Cidade Ativa é proporcionar e melhorar a qualidade de vida dos munícipes de Pejuçara através da Atividade Física que a pessoa mais goste e se adapte a realizar. acreditamos que qualidade de vida está ligada a interação social e está ligação é fundamental para o sucesso do programa. 

Público-alvo: Todas as pessoas da comunidade/interior são convidadas a participar, o projeto envolve todas as faixas etárias.


“Nós como administradores públicos sabemos que a atividade física regular e orientada por profissionais da área é um dos fatores fundamentais para se ter uma boa qualidade de vida e pensando nisso criamos o Cidade Ativa. Hoje o Programa Cidade Ativa proporciona para mais de 200 munícipes atividades físicas das mais variadas e para todos gratuitamente. Além disso foi criado o CT Cidade Ativa que conta com campo de futebol 7, quadra de grama de voleibol, pista de atletismo e a trilha do Cidade para a prática de esportes na natureza ou simplesmente para as pessoas terem o contato com a natureza.

Depois de dois anos de Pandemia de covid – 19 acreditamos que esse programa se tornou ainda mais importante pois os usuários dos programas têm muitos benefícios entre eles a melhora ou estabilização de algumas doenças neurológicas, estimula memoria e a coordenação motora nos mais diversos graus, melhoram o convívio social e consequentemente a qualidade de vida." 

Flaviana Brandemburg Basso, prefeita de Pejuçara



2º LUGAR - SANTA VITÓRIA DO PALMAR

Cardeal em Movimento

O projeto:  O projeto Cardeal em Movimento foi criado no primeiro semestre do ano de 2022 no município de Santa Vitória do Palmar (RS) para fornecer acesso às atividades físicas e esportivas para toda a comunidade vitoriense. O esporte, assim como, as demais atividades físicas, em suas diversas modalidades, configura-se como uma atividade educativa, disciplinadora e salutar que propicia a sociabilidade entre seus praticantes. Além da melhora da capacidade cognitiva, as atividades físicas, contribuem para melhoria na autoestima e na diminuição de riscos à saúde mental.

A Fiocruz (2020) expõe que, conforme a Organização Mundial de Saúde (OMS, 2020) é recomendado, segundo as novas diretrizes, que, seja feita pelo menos de “150 a 300 minutos de atividade aeróbica moderada a vigorosa por semana para todos os adultos, incluindo quem vive com doenças crônicas ou incapacidade, e uma média de 60 minutos por dia para crianças e adolescentes”. As estatísticas da OMS, indicam que quatro em cada cinco adolescentes e um a cada quatro adultos, não praticam atividades físicas de modo suficiente. De forma global, é estimado que isso custe US$ 54 bilhões em assistência médica direta; e em perda de produtividade, US$ 14 bilhões. 

A proposição do projeto Cardeal em Movimento, ultrapassa a atividade já existente dos campeonatos de futsal, fazendo com que o espaço do Ginásio de Esportes Cardeal, seja ocupado de modo abrangente, congregando atividades distintas em um espaço amplo, reestruturado e de acesso gratuito. O esporte tem papel fundamental no desenvolvimento individual e social das crianças, adolescentes e adultos. Enquanto instrumento pedagógico, contribui para o aperfeiçoamento de competências comunicativas, de liderança, respeito e cooperação que preparam a comunidade para a vida em sociedade. Isso, sem contar a influência que exerce na adoção de hábitos mais saudáveis. O Cardeal em Movimento proporciona, isso, diversas atividades para o mais diversos públicos contando com o bem-estar da população.

Justificativa: O projeto torna-se significativo visto que o esporte proporciona ações de sociabilidade como, por exemplo, convivência em grupo, respeito às individualidades, respeito às limitações dos colegas, comprometimento, entre outros. O esporte, visto também como uma atividade de lazer, promove o bem-estar e vida saudável, através de seu caráter lúdico. A atividade esportiva suscita a qualidade de vida no aspecto físico, mental e social o que justifica a necessidade de implementação do projeto.

Objetivos: Fomentar a prática do esporte na comunidade; Tornar essas atividades mais acessíveis à população; Possibilitar a identificação de talentos desportivos; Desenvolver o intercâmbio sociocultural e desportivo entre os participantes; Contribuir com desenvolvimento integral do cidadão como ser social, democrático e participativo; Estimular o pleno exercício da cidadania através do esporte; Garantir o conhecimento do esporte de modo a oferecer, mais oportunidade de acesso à prática do esporte à comunidade; Promover a inclusão social; Estimular as atividades físicas para a diminuição de problemas de saúde, como: hipertensão, depressão, diabetes, estresse, ansiedade, baixa mobilidade, sobre peso, entre outros.

Público-alvo: Academia para mulheres (a partir dos 36 anos); Artes Marciais (crianças e adolescentes até 16 anos); Taekwondo (crianças e adolescentes até 16 anos); Yoga (faixa etária livre); Zumba (faixa etária livre).


“Como prefeito, é uma alegria compartilhar os benefícios que esse projeto traz para a vida dos cidadãos Vitorienses. O “Cardeal em Movimento” é uma iniciativa que se desenvolve no Ginásio de Esportes Cardeal, e tem como objetivo principal promover a saúde, o bem-estar e a qualidade de vida de nossa população. As aulas oferecidas pelo projeto são inteiramente gratuitas, buscando tornar o acesso ao esporte e à prática de atividades físicas mais democrático e inclusivo para todos. Nossa cidade tem o compromisso com a promoção da saúde e a busca pela felicidade de nossos cidadãos, e é por isso que o “Cardeal em Movimento” abrange uma variedade de atividades relevantes. É gratificante ver nossa comunidade abraçando essa oportunidade única de mudar vidas por meio do esporte e do bem-estar. Meu profundo agradecimento a todos os instrutores voluntários, profissionais engajados e aos parceiros que tornam esse projeto uma realidade.”

Wellington Bacelo dos Santos, prefeito de Santa Vitória do Palmar



3º LUGAR - FELIZ

Gut Platz - Praças Comunitárias

O projeto: O projeto Gut Platz, do alemão “Um bom lugar”, contempla a construção de praças comunitárias em diferentes bairros do município de Feliz. Na primeira etapa, com um investimento de cerca de R$ 1 milhão, serão implantadas sete praças comunitárias em sete diferentes bairros. A escolha por estes locais para o pontapé inicial do projeto se deu, pois neles o Município já tem neles áreas disponíveis para construção dessas estruturas. Dessa forma, oportunizamos mais áreas de lazer para atender a demanda e em benefício da qualidade de vida de nossa população.

A elaboração dos projetos foi realizada por profissionais voluntários das áreas de arquitetura e urbanismo e/ou engenharia civil. Embora não tenham recebido nenhuma remuneração, cada praça comunitária contará com uma placa indicativa com o nome do profissional responsável pela elaboração do projeto. No caso dos espaços que não possuem compromisso por parte da administração municipal em conceder um nome de praça, foi facultado também ao profissional que elaborou o projeto a indicação do nome.

Cada projeto foi elaborado utilizando elementos e itens pré-definidos pela administração municipal, de forma que nenhuma praça se sobressaísse sobre as demais. Na lista, estavam diferentes modelos de bancos, pergolado, playground, equipamentos de academia ao ar livre, iluminação e paisagismo, cabendo ao profissional o uso da técnica e criatividade na elaboração dos projetos, mas com as características e particularidades de cada imóvel.

Cabe destacar que o município não desapropriou nenhuma área para construção das praças comunitárias, pois as mesmas são de propriedade pública e, uma, inclusive, foi doada por uma família.

Justificativa: O município possui atualmente áreas onde funcionavam escolas, mas as mesmas estão atualmente desativadas. Isso fez com que estes espaços não fossem mais adequadamente utilizados, estando alguns, inclusive, abandonados. Este fato acabou por prejudicar a integração entre a comunidade de um mesmo bairro, que antes tinha a escola como espaço de socialização. Assim, a proposta da administração municipal é que as áreas de lazer que estão sendo criadas reconstruam o hábito de integração das comunidades, fortalecendo o espírito de pertencimento local, sem falar, é claro, de novas oportunidades de lazer nestes locais. De outra senda, o Parque Municipal de Feliz possui uma área extremamente qualificada para socialização. Entretanto, o município é conhecedor de que nem todas as famílias tem a oportunidade de visitá-lo, por vezes em virtude da dificuldade de meio próprio de locomoção ou transporte público. Com espaços de lazer nas comunidades de diferentes bairros, mais próximos das famílias, o município amplia o acesso ao lazer para mais grupos, que por vezes podem ter se sentido excluídos desta proposta.

Ainda, o Departamento de Engenharia da Prefeitura de Feliz apresenta uma elevada demanda de trabalhos administrativos rotineiros, o que vem por prejudicar a agilidade dos programas de governo. Com a participação de profissionais privados neste projeto, busca-se acelerar a execução da proposta, que anteriormente estava em fila de espera.

Objetivos: 1) Oportunizar a profissionais privados a experiência e oportunidade de

realizar um projeto para o setor público e para a comunidade. 2) Revitalizar espaços públicos que estavam subutilizados. 3) Ofertar novos espaços de lazer para socialização da comunidade. 4) Otimizar custos com elaboração e acelerar a execução de projetos por parte da Prefeitura. 

Público-alvo: Os principais beneficiados do projeto, nesta primeira etapa, serão os moradores de sete diferentes bairros, sendo eles: Coqueiral, Bananal, São Roque, Picada Cará, Vale do Hermes, Loteamento Popular e Roncador. Ainda, os seis profissionais de arquitetura e engenharia civil habilitados foram os técnicos beneficiados com a experiência voluntária desta ação inicial.


“Muitos são os desafios diários de investimentos nas áreas de saúde, educação e infraestrutura em nosso município. Mas proporcionar espaços públicos de qualidade para confraternização de nossas pessoas também é um compromisso do gestor público e que estava elencado no plano de governo da atual administração municipal. Por isso, criamos o projeto Gut Platz, de forma a atender uma demanda que por muitos anos era cobrada por nossos munícipes. De certa forma, com a criação de praças comunitárias, estaremos incentivando a prática de atividades físicas e esportivas, contribuindo para a saúde e a integração da população, bem como a socialização em um espaço seguro e inclusivo para o lazer e o convívio social de crianças, jovens, adultos e idosos. Nossa proposta é de que estes locais possam ser utilizados ainda para eventos culturais, educativos e recreativos, fortalecendo a identidade cultural da comunidade, promovendo acessibilidade, inclusão e equidade entre os moradores.”

Clovis Freiberger Junior, prefeito de Feliz

Compartilhe!