Encontro realizado em Santiago nesta quinta-feira (23/6) reuniu os pré-candidatos Gabriel Souza (MDB), Ricardo Jobim (Novo), Roberto Argenta (PSC) e Vieira da Cunha (PDT)

O presidente da Famurs e prefeito de Restinga Sêca, Paulinho Salerno, participou na noite desta quinta-feira (23/6) do primeiro debate entre os pré-candidatos ao governo do Estado do Rio Grande do Sul. Realizado no Colégio Medianeira, em Santiago, o encontro reuniu quatro nomes que irão concorrer ao Piratini: Gabriel Souza (MDB), Ricardo Jobim (Novo), Roberto Argenta (PSC) e Vieira da Cunha (PDT). 

Durante a abertura, Salerno exaltou a presença dos pré-candidatos, salientando a valorização dada ao trabalho e potencialidades do interior do estado, e a ampliação do debate sobre o futuro do RS. “A Famurs não poderia deixar de participar deste momento, principalmente por se tratar de um debate no interior do estado, tendo em vista a importância dos municípios gaúchos, toda a representatividade que a entidade tem e todo o trabalho em defesa do municipalismo gaúcho”, destacou o presidente. 

Salerno ainda colocou a Famurs à disposição do próximo governador do Estado, para construir de forma conjunta o desenvolvimento dos municípios, através de muito diálogo e de forma muito tranquila.

Também presente na abertura, o presidente do Sindicato Médico do Rio Grande do Sul (Simers), Marcos Rovinski, destacou, como representante dos médicos gaúchos, que a saúde deve ser um dos temas principais dos planos de governo dos candidatos e a necessidade que o futuro gestor tenha um olhar atencioso e especial ao setor e trabalhe um plano de carreira estadual, visto o sucateamento do SUS e a falta de profissionais médicos nos cantos mais remotos do estado.  


Debate

O primeiro bloco do debate foi dedicado à apresentação de cada um dos pré-candidatos. Por sorteio, o primeiro a se apresentar foi o candidato Vieira da Cunha, seguido por Ricardo Jobim, Roberto Argenta e, por último, Gabriel Souza. 

No segundo bloco, cada pré-candidato respondeu a três perguntas sorteadas, encaminhas pelas entidades coorganizadoras e apoiadoras e previamente cadastradas. Vieira da Cunha falou sobre leis eficientes para combater a corrupção; a dívida do RS com a União; e a necessidade de ações efetivas para a área da saúde e para o IPE Saúde. O pré-candidato Ricardo Jobim respondeu perguntas sobre integração do governo estadual com os Coredes e ações para o desenvolvimentismo regional; modal de transporte e investimento em rodovias e ferrovias; e sobre política liberal e erradicação da pobreza. Já o candidato Roberto Argenta falou sobre o fortalecimento da segurança pública e modernização da polícia; os desafios da produção rural e a geração de empregos; e a economia dos cofres públicos. Gabriel Souza, por fim, respondeu questionamentos sobre estratégias para revitalizar o IPE Saúde, atualização da Tabela SUS e dívida com hospitais; a reforma do SUS e a criação de um plano de carreira estadual para médicos; e sobre infraestrutura e logística.  

No terceiro bloco do debate, foram realizadas perguntas entre os pré-candidatos. A primeira rodada começou com Gabriel Souza, que respondeu à Jobim sobre organizações criminosas e tráfico de drogas. Na sequência, foi a vez de Vieira da Cunha responder à pergunta de Gabriel e falou sobre desenvolvimento econômico para geração de emprego. Após foi a vez de Roberto Argenta explanar suas propostas sobre melhorias em educação à Viera. Por fim, Ricardo Jobim respondeu aos questionamentos de Roberto Argenta sobre desenvolvimento do agronegócio, estiagem e irrigação ao candidato Argenta.

A segunda rodada de perguntas iniciou com Gabriel Souza respondendo sobre evasão escolar e escolas de tempo integral ao candidato Vieira. A segunda pergunta, sobre segurança pública e combate ao crime organizado, foi respondida por Roberto Argenta à Gabriel. Na sequência, Ricardo Jobim falou sobre a realidade da saúde e precariedade do SUS à Argenta. A última pergunta foi direcionada à Viera da Cunha, que respondeu ao candidato Jobim sobre prestação de serviços públicos e recursos humanos qualificados. 

O quarto bloco seguiu a organização do bloco anterior. Na terceira rodada, o primeiro questionamento foi direcionado para Vieira da Cunha, que falou ao candidato Jobim sobre segurança pública de qualidade e a falta de efetivo. Roberto Acerta respondeu o questionamento sobre eficiência administrativa do setor público e bom atendimento à população e ao servidor. Na sequência, Gabriel Souza respondeu ao questionamento de Argenta sobre privatização e eficiência do sistema bancário do RS. A rodada foi encerrada com a fala de Ricardo Jobim, que respondeu a Gabriel sobre políticas de desenvolvimento econômico e social, potencial de mercado e atividade empreendedora.

No quinto e último bloco, os pré-candidatos tiveram dois minutos para realizar suas explanações finais. Por sorteio, a ordem de fala foi a seguinte: Vieira da Cunha, Roberto Argenta, Gabriel Souza e Ricardo Jobim. 

O debate com os pré-candidatos ao governo do RS também foi coorganizado por Rede Verzeri e GNI Notícias e recebeu apoio do Corede – Vale do Jaguarão/RS; Acamvale; Grupo Hospitalar Santiago; Móveis Santiago, e Italínea Idealité – Casa e Conforto. 

O debate está disponível e pode ser acompanhado na íntegra no player abaixo: 

Informações da notícia

Data de publicação: 24/06/2022

Créditos: Ellen Renner

Compartilhe!