Principal pedido foi o de autonomia para que os gestores decidam os protocolos obrigatórios de seus municípios

O vice-presidente da Famurs e prefeito de Jaguarão, Favio Telis, participou na tarde de terça-feira (16/11) de um encontro virtual do Comitê Covid, composto por técnicos do governo do Estado e a Federação.

Durante a reunião, foi pautado a atualização das projeções da covid-19 no RS; necessidade de reforço para a população maior de 18 anos em 2022; a redução do intervalo para 5 meses entre a 2ª a 3ª dose; avisos e alertas, além de mudanças nos protocolos do Sistema 3As. 

Na oportunidade, a Famurs encaminhou sugestões para mudanças nos protocolos. A primeira delas foi solicitar autonomia aos municípios. O pedido visa conceder aos gestores municipais a possibilidade de decidir os protocolos obrigatórios de seus municípios conforme os dados em relação a pandemia na sua região.

O vice-presidente da entidade também solicitou a flexibilização do uso de máscaras em ambientes abertos; a não obrigatoriedade do uso de máscaras para crianças de até 3 anos; a não obrigatoriedade de vacinação para crianças entre 5 e 12 anos até que se tenha mais estudos que garantam a segurança da aplicação da dose; e o aumento do número de pessoas em pista de danças e shows.

“Estamos buscando os melhores ajustes a serem feitos em prol da saúde do nosso povo, sempre empenhados e estudando formas de continuar reduzindo as perdas, reerguendo a economia e mantendo as famílias gaúchas em segurança”, salientou Favio.  “Lutamos sempre contra a Covid-19, contra o aumento do número de óbitos, mas a favor do trabalhador poder se sustentar e levar o pão de cada dia para o seio de sua família, sem correr maiores riscos de saúde”, afirmou.

As sugestões serão analisadas pelo Comitê Covid.

Informações da notícia

Data de publicação: 17/11/2021

Créditos: Ellen Renner

Créditos das Fotos: Guilherme Pedrotti

Compartilhe!