O presidente da Famurs e prefeito de Taquari, Maneco Hassen, participou na tarde desta quinta-feira (13/8) do “Seminário Competitividade pelo Rio Grande, Juntos para recomeçar”.

O presidente da Famurs e prefeito de Taquari, Maneco Hassen, participou na tarde desta quinta-feira (13/8) do “Seminário Competitividade pelo Rio Grande, Juntos para recomeçar”. O evento, coordenado pelo presidente da Assembleia Legislativa, deputado Ernani Polo, reuniu autoridades e gestores da região dos vales do Caí, Taquari e Rio Pardo para debater e discutir soluções para a retomada do crescimento econômico pós-pandemia.

Em sua manifestação, Maneco declarou que o tema não poderia ser mais necessário ao momento, tendo em vista que a pandemia do novo coronavirus coincidiu com um momento de dificuldade econômica no estado, causado pela estiagem, ser um ano de eleições e enchentes terem atingidos municípios gaúchos. “O tema é fundamental para que pós-pandemia a gente possa recuperar aquilo que é possível depois de uma situação como esta. Muitos traumas ficarão, seja pela perda de um familiar, a empresa que quebrou, um objetivo que teve que ficar no passado. O tema competividade é fundamental para que a gente consiga avançar”, avaliou.

Segundo Maneco, no que tange o setor público, especialmente nas prefeituras, os municípios gaúchos têm uma capacidade de gestão muito grande, se comparado as demais gestões públicas brasileiras. Mas para obter mais avanços é preciso trabalhar coletivamente, para que setor público tenha conceitos de gestão parecidos, havendo uma integração no trabalho realizado por todos os órgãos.

Para Maneco Hassen, é preciso aplicar no setor público os conceitos de modernidade, que já são utilizados no setor privado, além de não criar uma disputa entre os setores. “Nós precisamos dotar o setor público de ferramentas que permitem o controle da gestão e adequar o tamanho do município, estado ou União as suas necessidades”, afirmou. Para sair da crise, o presidente da Famurs entende que “o setor privado e o setor público vão ter que trabalhar em conjunto, a partir de políticas econômicas nacionais, estaduais e municipais. Este conjunto tem que trabalhar de maneira uníssona, sei que não é fácil, mas são conceitos que temos que trabalhar para não ter essa disputa entre os setores”, justificou Maneco. “O entrosamento entre o setor público e privado é algo que precisamos trabalhar melhor”, defendeu.

Além do presidente da Famurs, participaram do evento o prefeito de Lajeado, Marcelo Caumo; a diretora-presidente da Fruki, Aline Eggers; o presidente da Associação dos Fumicultores do Brasil, Benício Werner; a reitora da Universidade de Santa Cruz do Sul, Carmen Lúcia de Lima Helfer; e o presidente da SIM Rede de Postos, Neco Argenta.

Clique aqui e confira o “Seminário Competitividade pelo Rio Grande, Juntos para recomeçar” na íntegra.

Informações da notícia

Data de publicação: 13/08/2020

Compartilhe!