Reunião virtual teve como objetivo obter conhecimento das ações da União para destinação de recursos para o enfrentamento da estiagem no RS

O presidente da Famurs e prefeito de São Borja, Eduardo Bonotto, participou na tarde desta terça-feira (22/2) de uma reunião para obter conhecimento das ações da União para destinação de recursos para o enfrentamento da estiagem no RS. O encontro, realizado de forma virtual, contou com a participação da Secretaria Nacional de Proteção e DefesaCivil, da Defesa Civil do Rio Grande do Sul e da Casa Civil.

Durante o encontro, o secretário nacional de Proteção e Defesa Civil, Alexandre Lucas Alves, afirmou que percebe as demandas dos municípios, que são justas, mas que não é possível atender a todos os pedidos, como perfuração de poços, pois são ações de reestruturação e investimento, e a Defesa Civil atende ações de resposta, com viés de enfrentamento e mitigação dos danos humanos.

Tendo isso em vista, a Secretaria Nacional propôs uma orientação operacional de assistência humanitária, que define parâmetros de atendimento às demandas para assistência às vítimas dos desastres de seca ou estiagem. Os parâmetros servem para orientar os municípios, que poderão solicitar à União itens como cesta básica para residentes da área rural e combustível para transporte de água potável.

O secretário nacional garantiu que não há dificuldades financeiras, porém, a demanda será atendida conforme orientação administrativa e o teto de gastos. Ainda em sua fala, salientou que os recursos disponibilizados pelo governo do Estado poderão ser utilizados para atender as demais solicitações, desta forma não havendo sobreposições de ações entre os governos.

Alinhado com as explanações, o presidente Bonotto reforçou que os gestores precisam pedir o que é viavelmente possível, para que não haja perda de tempo nas análises, e que os órgãos se mantenham alinhados com aquilo que é real para o devido atendimento aos municípios e à população.

O chefe da Casa Militar e coordenador estadual de Proteção e Defesa Civil, Coronel Júlio César Rocha Lopes, afirmou que a equipe fará uma força-tarefa para melhor orientar os prefeitos gaúchos, direcionando os pedidos para que os recursos cheguem o quanto antes nos municípios. Presente também na reunião, o chefe de Gabinete da Casa Civil, Jonatan Brönstrup, ressaltou a importância do alinhamento e integração no trabalho, além da união de todos para obtenção de resultados.

Também participaram do encontro o chefe da Divisão de Assistência às Comunidades Atingidas (Daca), Tenente Coronel Daniel Silva da Silva, e assessor técnico de Agricultura da Famurs, Ismael Horbach.

Informações da notícia

Data de publicação: 22/02/2022

Créditos: Ellen Renner

Compartilhe!