O último boletim divulgado pela Defesa Civil do RS aponta que o número de Municípios em situação de emergência já chega a 188 municípios.

O último boletim divulgado pela Defesa Civil do RS aponta que o número de Municípios em situação de emergência já chega a 188 municípios. Devido à estiagem, outras 31 prefeituras realizaram notificação preliminar de emergência. Ciente dos prejuízos, a FAMURS faz uma alerta sobre a necessidade de socorro imediato aos municípios afetados e de políticas de prevenção para reduzir os efeitos de possíveis novos desastres.

– No Rio Grande do Sul a seca é uma realidade, e o governo deve estruturar uma política de prevenção a este problema que nos assola todos os anos – ressaltou o presidente da FAMURS, Mariovane Weis.

Segundo levantamento divulgado pela Companhia Nacional de Abastecimento, a estiagem vai provocar um dano de 10,8% na produção de grãos no Estado. Ainda conforme o balanço da Conab, a seca que atinge, desde novembro, as lavouras da Região Sul do país vai reduzir a safra nacional de grãos em 4,5 milhões de toneladas.

Recursos federais

A União anunciou na segunda-feira (09/11) a liberação de R$ 18 milhões para o Rio Grande do Sul conter os prejuízos da estiagem. O recurso, a ser aplicado de forma emergencial, servirá para minimizar os efeitos da falta de água que levou os municípios a decretar situação de emergência.

Conforme o ministro da Agricultura, Mendes Ribeiro Filho, “trata-se de uma verba residual, que faz parte de uma sobra do orçamento disponibilizado no ano passado para o Estado, durante o período de enchentes”. Mendes lembrou que o processo de liberação da verba é lento por causa da burocracia de exigências contratuais do governo federal.

Assessoria de Comunicação Social

3230.3150 / 3230.3100 ramal 252

[email protected]

Galegira padrão para ser utilizada em Notícias

Informações da notícia

Data de publicação: 11/01/2012

Compartilhe!